A CASA CAIU! MPF CONCLUI QUE LULA FEZ SIM TRAFICO DE INFLUÊNCIA PARA ODEBRECHT, DIZ REVISTA

5370

Um dos casos em que Lula foi acusado e permaneceu negando, agora, segundo a revista Época, parece ter tido um desfecho trágico para o ex-presidente. Segundo a revista, as investigações do Ministério Público Federal concluíram que sim, Lula cometeu o crime de tráfico de influência para a empreiteira Odebrecht.

Nos últimos meses, os procuradores do Núcleo de Combate à Corrupção em Brasília dedicaram-se intensa e discretamente à investigação criminal sobre as suspeitas de tráfico de influência internacional do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em favor da Odebrecht. Com a ajuda de peritos e de outros procuradores, como aqueles que integram a Força-Tarefa da Lava Jato, recolheram centenas de páginas de documentos das empresas de Lula, da Odebrecht e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, o BNDES, que liberava o dinheiro indiretamente à empreiteira. Analisaram telegramas diplomáticos sobre a atuação de Lula e dos executivos da Odebrecht no exterior, descobriram notas fiscais e mapearam as viagens e os encontros dos investigados. Ouviram as versões de Lula e receberam as defesas da Odebrecht e do BNDES. Apesar da complexidade do caso, o exame detido das provas colhidas até o momento conduziu os procuradores a uma conclusão: o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva cometeu o crime de tráfico de influência.

DISFARCE Trecho de inquérito do Ministério Público. A investigação diz que a empresa de Lula pagou impostos para dar aparência legal ao tráfico de influência (Foto: Ricardo Moraes/Reuters)
DISFARCE Trecho de inquérito do Ministério Público. A investigação diz que a empresa de Lula pagou impostos para dar aparência legal ao tráfico de influência (Foto: Revista ÉPOCA/Reprodução)

O ex-presidente Lula atuou fortemente como lobista da Odebrecht no exterior, é o que diz reportagem da edição desta semana da revista Época. De acordo com a revista, centenas de documentos das empresas de Lula, da Odebrecht e até do BNDES foram analisadas por peritos na investigação sobre as suspeitas de tráfico de influência internacional do petista para favorecer a Odebrecht. Após analisar telegramas diplomáticos, cruzar dados de viagens de Lula e de executivos da empreiteira, os procuradores concluiram que o ex-presidente cometeu sim o crime de tráfico de influência. (Informações: Época)

Deixe seu comentário!