“A guerrilha política precisa ter munição vinda de dentro do governo”, diz trecho de documento vazado do Planalto

1039

As informações são da revista IstoÉ, que cita trecho de documento vindo do governo chamando a atenção para a necessidade interna de se agir para censurar a mídia, evitando assim que a opinião popular se volte contra o governo.

Não obstante, é uma ação típica das ditaduras dos vizinhos “mui amigos”. Na Argentina, Cristina Kirchner usou recursos federais para minar o grupo Clarin. Já na Venezuela, Nicolás Maduro enfraquece qualquer veículo de comunicação contrário ao seu governo. Por aqui, a tentativa é asfixiar veículos de posição crítica ao governo, diminuindo a verba a eles destinada pelo governo federal. Em Cuba, precisa falar algo?

A estratégia é chamada pelo próprio documento vazado recentemente de dentro do Planalto de “Guerrilha Política”.

“A guerrilha política precisa ter munição vinda de dentro do governo, mas ser disparada por soldados de fora”, diz o documento.

Veja também:

Alerta – Censura da polícia MAV petista no facebook
Censura à mídia e totalitarismo – Deputado afirma que PT irá controlar a mídia após as eleições
Jornalismo censurado nas eleições de 2014
Tuma Jr. tem página censurada no facebook depois de críticas ao PT
Ditadura, o fim da liberdade de expressão, a censura e a lista negra petista, que já repercute fora do país

Deixe seu comentário!