Bolsonaro e Chiarelli deixam mudos integrantes da Comissão de Direitos Humanos

3356

Deputados Bolsonaro e Chiarelli deixam sem palavras integrantes de comissão de direitos humanos. Fala sobre a tal comissão da verdade criada por Dilma para investigar crimes cometidos no regime militar, no entanto tem sido somente incriminados militares, mas é sabido que os militares não lutaram contra milicias e guerrilhas internacionais dentro do Brasil, foram brasileiros que lutaram e mataram muitos militares. Mas hoje é generalizado o conceito de que todos os militares eram monstros e que os opunha eram anjos pró-pátria. Agora, uma destas guerrilheiras de outrora é presidenta do Brasil. E agora, essa mesma presidenta do Brasil cria uma comissão para punir, não obstante, só militares.

Por ocasião dos 50 anos do regime militar, um coronel da reserva declarou, “eu era um herói, hoje sou um bandido”. Essa frase retrata bem o assunto. Claro que muitos foram sim criminosos por seus atos, mas certamente não foram apenas militares. A justiça não pode existir para apenas quem convenha ao governo. Precisa ser para todos. Veja vídeo em que ex-marido de Dilma confessa diversos e graves crimes que praticaram juntos: Bomba! Ex-marido de Dilma conta os crimes que cometeram juntos!
Se esta comissão criada para apurar e punir crimes praticados durante o regime militar fosse imparcial a própria presidenta deveria ser investigada. Mas será que vai? É claro que não, disso não há dúvidas.

Agora veja as críticas afiadíssimas de Bolsonaro e Chiarelli à comissão da verdade e deixe comentários, você acha que eles foram injustos no que disseram?

Redação
Revolta Brasil

Deixe seu comentário!