Candidato denuncia comemoração de petistas sobre morte de Eduardo Campos

4322

Postagem no Facebook do empresário Antonio João Hugo Rodrigues, candidato do PSD ao Senado em Mato Grosso do Sul, causa polêmica na tarde desta quarta-feira (13). Segundo ele, o pessoal da equipe de Delcídio do Amaral, que disputa o governo estadual pelo PT, comemorou a morte do presidenciável Eduardo Campos (PSB).

“Um absurdo! Petistas comemoram, no QG do senador Delcídio do PT, a morte do candidato Eduardo Campos, do PSB. Acreditam que, agora, vão levar no primeiro turno. E acreditam que Dilma também vai na mesma toada incrível. Mas o eleitor saberá qual a melhor decisão tomar”, escreveu o candidato do PSD.

A reação foi imediata. “Lamentável um candidato ao Senado se aproveitar disso para fazer política e atacar os outros, acreditando que suas palavras são verdades absolutas”, comentou um usuário do Facebook.

Veja também:
Ex-petista Heloisa Helena, diz que Lula é chefe de quadrilha de “gansters” capaz de matar, roubar e caluniar qualquer um que os atrapalhe
Com morte de Campos, lei sancionada por Dilma tornando sigilosa a investigação de acidentes aéreos vira assunto nas redes sociais
Eduardo Campos morre em acidente aéreo na manhã desta quarta-feira (13)
Comitê de Dilma entra com ação contra Aécio por aeroporto de R$ 14 milhões. E os R$ 330 milhões para aeroportos de Cuba. Ninguém fala nada?

O comentário de Antonio João irritou assessores de Delcídio. Um deles respondeu ao post, conforme aparece na lista de comentários.

“Sempre evitei misturar meu trabalho de assessoria ao senador Delcídio com outra atividade profissional que desenvolvo e também com as postagens no Facebook. Mas Antonio João passou dos limites e não posso me calar. Inventar uma calúnia como essa, além de desrespeito a inteligência de seus seguidores, é um crime que deverá ser devidamente punido pela Justiça. O senador Delcídio conhecia pessoalmente o governador Eduardo Campos e sua família e está chocado com a tragédia. O mesmo sentimento toma conta da equipe de Delcídio e de todas as pessoas de bom senso. Qualquer afirmação contrária é leviana, maldosa e lamentavelmente típica do caráter de quem a formula”, escreveu um assessor do candidato petista.

Não é primeira vez que, do início da campanha eleitoral deste ano para cá, Antonio João se envolve em polêmica com o candidato do PT ao governo. No dia 7 de agosto, a Justiça Eleitoral publicou decisão na qual mandou o concorrente ao Senado retirar do Facebook postagem sobre o petista.

No final da noite de 13/08, o candidato do PSB publicou:

[…] Antes de sair: a petezada continua irritada comigo. Só porque publiquei sobre a festança deles. Quem acredita que eles estão realmente consternados com a morte de Eduardo Campos? Sai fora macacada! […]

JOÃO TAMBÉM TEVE APOIO DE INTERNAUTAS NA POSTAGEM POLÊMICA

Há vários comentários de internautas que também repudiaram a ‘comemoração’ dos petistas e também comentários de apoio ao polêmico empresário candidato – Veja aqui.

 Nesta quinta-feira (14), João voltou ao assunto e publicou em sua página esclarecimentos acerca de suas declarações anteriores, veja:

Bom dia. Ontem postei que pessoas, no QG do Delcídio, estavam comemorando a não participação de Eduardo Campos na eleição, julgando que isso favoreceria à candidatura da petista Dilma Roussef. NÃO DISSE que a comemoração era do senador Delcídio do Amaral. Mas sim de alguns alienados ligados a ele. Os mesmos que, dia e noite, são pagos POR ELE para tentar atingir não apenas a minha pessoa, mas a minha candidatura. COMEMORARAM sim. Só não tem coragem de assumir. E ponho um ponto final neste assunto. Um recado para a velhotinha Carmem: sossega leoa que só ruge no face.

 (Revolta Brasil. Com informações Mídia News e Folha Centro Sul)

Veja também:
Brasil tem a 3º maior população carcerária do mundo e quase 400 mil mandados de prisão que ainda precisam ser cumpridos
Brasil tem a 3º maior população carcerária do mundo e quase 400 mil mandados de prisão que ainda precisam ser cumpridos
Governo Dilma quer doar 25 viaturas blindadas de combate para o Uruguai. ‘Mimo’ custará R$350 mil ao Brasil
PCC tinha planos de investir no futebol para lavagem de dinheiro e multiplicar lucros
Matéria denuncia que Lula indicou parentes e amigos ao SESI para ganhar sem trabalhar

Deixe seu comentário!