Relembre: Militância petista hostiliza mãe de Sergio Moro no ‘Dia da Mulher’

0
880

Dona Odete, 70 anos, professora aposentada, uma senhora simpática e sorridente.

Ela foi convidada pela Câmara Municipal de Maringá (PR), para ser homenageada no Dia da Mulher’ em evento na própria Câmara. Carinhosamente atendeu ao convite, compareceu ao evento, e, ao ter lido seu nome, Odete Starki Moro, saiu da plateia, onde estava acomodada até então, caminhou até os parlamentares dos quais recebeu as honrarias e, ainda quando estava sendo cumprimentada, um grupo de petistas passou a vaiá-la e gritar a seguinte frase – “LULA, GUERREIRO DO POVO BRASILEIRO”.

Os militantes foram repreendidos pelo parlamentar que conduzia o evento, mas seguiram o patético ato, que em nada tirou o brilho da homenagem à mãe do Juiz que tem levado para trás das grades alguns dos maiores heróis corruptos do PT.

Veja  o vídeo:

Veja também:

Em viagem para os EUA, Moro recusa convite para trocar classe econômica por executiva

Sérgio Moro basicamente disse que só não prendeu Lula em março porque não quis, diz site

De novo. PHA, sarcástico, diz à Moro: “Prende o Lula, Moro, prende”

PHA, depois de atacar a PF, xingar Moro, agora ameaça o país: “A canoa vai virar”

Istoé: Marcos Valério diz a Moro que Lula, Dirceu e Carvalho foram ‘chantageados’

PT quer prisão de Sergio Moro, aquele que ousou prender corruptos “intocáveis”

Deixe seu comentário!