Indulto natalino de Dilma fez Genoíno ter sua pena no Mensalão perdoada e extinta

0
4170

Condenado por corrupção ativa no processo do Mensalão, Genoíno teve sua pena extinta na tarde desta quarta (04) por unanimidade pelo STF.

A decisão foi baseada no indulto natalino concedido por Dilma em dezembro de 2014, o indulto concedeu perdão a todos os condenados do país que estivessem cumprindo pena em regime aberto ou em prisão domiciliar.

Genoíno é agora um homem livre mas só poderá voltar a concorrer cargos eletivos em 2023, segundo decidido pela mesa diretora da Câmara Federal, da qual renunciou em 2013 para evitar a cassação de seu mandato.

Com informações UOL

Deixe seu comentário!