Quebra de sigilo fiscal revela que Dirceu pagou R$ 320 mil para empresa monitorar redes sociais

0
8360

O Juiz Sergio Moro determinou a quebra de sigilo fiscal do mensaleiro José Dirceu, que está sendo investigado agora por suspeita de participar do esquema de lavagens de dinheiro da Petrobras, o Petrolão.

Uma das anomalias detectadas nas investigações foi que Dirceu pagou cerca de R$ 320 mil para uma empresa de São Paulo fazer monitoramento de redes sociais.

O gasto foi informado pelo petista em sua declaração de imposto de renda.

A Folha de São Paulo disse ter conversado com o dono da empresa contratada por Dirceu, o empresário Sergio Amadeu da Silveira (que curiosamente fez parte do primeiro governo Lula, presidindo o ITI, que trata de tecnologia de informações, ligado à Casa Civil). Sergio disse que Dirceu contratou sua empresa para simplesmente saber o que as pessoas falavam dele na internet, principalmente no microblog Twitter.

Ainda segundo a Folha, os monitoramentos teriam ocorrido entre os anos 2011/12 e o contrato foi pago em duas parcelas de R$ 160 mil.

A Folha procurou Dirceu, mas através de sua assessoria o petista disse que não se pronunciará sobre o assunto.

Outra informação divulgada pela Folha é que Dirceu lucrou entre os anos 2006 e 2013 cerca de 6,5 milhões com suas empresas, JD Consultoria e Escritório de Advocacia Oliveira e Silva. Ele não é tão pobre assim, não é?

Lembra da Vaquinha do mensalão?

Vale lembrar que militantes petistas, desde juristas até atores consagrados fizeram campanha para arrecadar o valor da multa de Dirceu no Mensalão. E O SITE PARA ARRECADAR DINHEIRO PARA DIRCEU ARRECADOU MAIS DE 1 MILHÃO EM DOAÇÕES.

Veja também:

Filho de José Dirceu propõe que pessoas favoráveis a intervenção militar sejam punidas
Dirceu, condenado pelo Mensalão e investigado pelo Petrolão, pede ‘aposentadoria’ de R$ 10 mil
Mensaleiro José Dirceu, suspeito de envolvimento no Petrolão, prepara mudança para o exterior
Dirceu, o herói petista, teve empresa que serviu de fachada para desvios na Petrobras, indica investigação
Petrolão foi estopim para fogo amigo dentro do PT – Lula e Dirceu não se falam mais, diz revista
Condenado pelo Mensalão, Dirceu toma banho em cachoeira tranquilamente, autorizado pelo STF

Deixe seu comentário!