Polícia investiga repasses ‘suspeitos’ de R$120 mil para irmão de Dilma

0
4302

Em editorial assinado pelo jornalista Rodrigo Rangel, Veja, o jornalista cita repasses suspeitos da CNT para Igor Rousseff, que estão na mira da polícia do Distrito Federal.

O irmão de Dilma Rousseff, Igor, é investigado pela polícia do DF por aparecer na lista de repasses irregulares da Confederação Nacional de Transportes. O valor irregular recebido, segundo informa a revista Veja, é de R$ 120 mil.

VEJA teve acesso às planilhas [de repasses financeiros da CNT]. O irmão da presidente Dilma recebeu dez pagamentos entre junho de 2012 e março de 2013. Foram nove parcelas mensais de 10.000 reais e uma de 30.000, num total de 120.000 reais. Os repasses estão registrados na contabilidade da CNT como “pagamento a fornecedor”.

Não ficou claro o que Igor teria fornecido à CNT. Procurado pela Veja ele não respondeu sobre os pagamentos. A CNT, por sua vez, ainda segundo a Veja, retornou à revista com a seguinte resposta. “A CNT não vai se pronunciar a respeito deste assunto”.

Deixe seu comentário!