Dilma, presidente do BNDES e mais 10 são processados por corrupção nos Estados Unidos

0
48091

Enquanto no Brasil isso não passa de uma utopia, nos Estados Unidos Dilma e outros poderosos foram processados por corrupção.

O escritório americano Labaton Sucharow, que representa Providence, capital do Estado de Rhode Island, em uma ação contra a Petrobras e duas de suas subsidiárias, adotou uma estratégia jurídica ‘agressiva’ (leia: coerente): incluiu na ação a presidente Dilma Rousseff e outras 11 autoridades públicas e empresários na condição de “pessoas de interesse da ação”.

Mais uma falsa promessa: Dilma corta verbas de creches e pré-escolas

Constam da lista o ministro da Fazenda, Guido Mantega, o empresário Jorge Gerdau, do grupo Gerdau, e o executivo Fábio Barbosa, presidente do Grupo Abril, todos ex-integrantes do conselho de administração da Petrobrás.

O valor arrecado pela Petrobrás com os certificados de dívida e as ADS que estão no processo passam de US$ 100 bilhões. Por isso, Munisteri acha que o processo pode colocar o caso entre o maiores já movidos nos EUA, gerando indenizações tão altas quanto as dos casos Enron e Worldcom. (Fonte: Exame)

Deputado se enfurece ao ver livro escolar de seu filho que idolatra Lula, Dilma e o PT

Corrupção que ultrapassa a barreira das limitações nacionais e ganham horizontes mundiais, em ação, que como foi citado acima, pode gerar algumas das maiores indenizações da história.

Que o Brasil siga o exemplo e coloque os corruptos em seu devido lugar.

Desespero total: Dilma e Lula preparam viagens pelo Brasil para tentar salvar governo

Deixe seu comentário!