Crianças de comunidade pobre dizem que “nunca comeram hambúrger” e professora promove sanduíches com próprio salário

480

A professora Ludmila Cruzal, que trabalha em uma escola pública no Rio de Janeiro, mostrou um relato emocionado na internet sobre a realidade se seus alunos carentes.

A turma que tem crianças de 5 e 6 anos,e  está na fase de alfabetização, estavam estudando sobre a letra H, quando a professora perguntou se eles gostavam de hambúrguer, e a resposta a deixou sem palavras: “Tia, eu sei desenhar um hambúrguer, mas nunca comi. Eu já sonhei que comia.”

“Eu fiquei com o coração partido e me contive para não chorar na frente deles. Metade da turma nunca tinha comido hambúrguer. Dos que tinham, a maioria foi em barraquinhas simples”, relata a professora ao E+, emocionada.

A professora convive com duas realidade opostas, na parte na manhã, ela dá aula em escola pública, em uma comunidade de Magé, e no período da tarde tem uma turma de escola particular na cidade.

Comovida com a sinceridade das crianças, assim que recebeu seu salário a professora promoveu uma ‘hamburgada’ para os pequenos, com autorização da nutricionista e da direção da escola. Ela levou pães frescos, hambúrguer, alface, condimentos… “Tudo para ficar bem parecido com o lanche do McDonald’s”, com o qual os pequenos literalmente sonham.

Fonte: Estadão e O Popular.

 

VEJA TAMBÉM:

Uma mãe quer que escola proíba pipoqueiro vender na porta, pois ela não consegue negar pedido ao seu filho

Ministério Público pede bloqueio de bens de fundador do AfroReggae por improbabilidade administrativa

Presidente do PT, Gleisi Hoffmann é indiciada por lavagem de dinheiro e corrupção

Durante cirurgia, médicos encontram 37 lentes em olho de idosa

Deixe seu comentário!