Dep. Marco Feliciado denuncia uso da militancia petista por Dilma contra os cristãos do país

1167

O deputado federal e pastor evangélico, Marco Feliciano publicou em seu perfil no Facebook um texto denunciando o uso por parte de Dilma de sua militância petista para ” tentar denegrir a imagem de todos os cristãos” do país e a produção de um decreto, do que chamou de “decreto bolivariano”, para colocar o poder da administração do país nas mãos de seus militantes, segundo Feliciano “A medida institui, numa canetada, a participação de ativistas ligados ao Governo em todos os órgãos da administração pública. O texto bolivariano ataca o pilar de igualdade entre os cidadãos, ao privilegiar grupos alinhados ao Governo. Ou seja, Dilma pretende colocar nas mãos dos ativistas a administração do país”

Confira o texto publicado por Marcos Feliciano em sua página na íntegra abaixo:

Vamos em frente, pessoal!

Continuando a série sobre a verdadeira ‪#‎FACEDADILMA‬, retomarei de onde parei na última publicação. Ou seja, do uso da militância e de movimentos ligados ao PT para tentar denegrir a imagem de todos os cristãos (católicos e evangélicos).

Agora Dilma Rousseff pretende fortalecer estes militantes através de um decreto, apelidado de “decreto bolivariano”, ao privilegiar grupos alinhados ao governo. O texto foi assinado pela presidente à surdina e ataca um dos principais pilares da democracia representativa.

A medida institui, numa canetada, a participação de ativistas ligados ao Governo em todos os órgãos da administração pública. O texto bolivariano ataca o pilar de igualdade entre os cidadãos, ao privilegiar grupos alinhados ao Governo. Ou seja, Dilma pretende colocar nas mãos dos ativistas a administração do país.

‪#‎FelicianoMeRepresenta‬ >>”Participe do projeto “Feliciano Me Representa”, basta preencher o formulário: http://migre.me/k8hqZ.””<<

Segundo o texto, estes “movimentos sociais” são verdadeiros representantes da sociedade. Por isso, cada vez mais, o Governo procura aproximar militantes do MST, ativistas gays, grupos de baderneiros e movimentos progressistas.

É preciso lembrar que isso faz parte de um plano antigo, que veio a tona em 2012 através do seu principal idealizador, o secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho, que durante sua participação no Fórum Social de Porto Alegre prometeu uma disputa ideológica com os líderes religiosos pela classe C da população brasileira.

Veja também:
Padre orienta povo ao vivo em rede nacional a não votar no PT e faz duras críticas ao partido
Em declaração de bens de alguns candidatos do PT à governo dos estados só faltou atestado de pobreza
Em declaração de bens de alguns candidatos do PT à governo dos estados só faltou atestado de pobreza
Despencando nas pesquisas, comando da campanha de Dilma mira sua artilharia contra Aécio

Deixe seu comentário!