Depois de Secretário Geral da Presidência incitar batalha ideológica contra cristãos agora PT cria um comitê evangélico para as eleições

1082

No ano de 2012 o Secretário geral da Presidência, Gilberto Carvalho, por ocasião do Fórum Social Mundial, disse que o governo precisava fazer um confronto ideológico conta os evangélicos, o ministro sugeriu ainda a criação de uma rede alternativa de comunicação para confrontar as ideias dos evangélicos, o pronunciamento provocou reação imediata de parlamentares evangélicos e terminou num pedido de desculpas de Gilberto Carvalho, que não renunciou à suas palavras, se limitando apenas a dizer que foi mal interpretado.

Vide matéria do Jornal da Record que explica com riqueza de detalhes sobre o assunto:

Agora as vésperas das eleições presidenciais, o PT criou um comitê evangélico para alcançar a aliança das principais lideranças do segmento evangélico do país. Ao que parece, as tentativas de aproximação sofrem uma certa resistência, pelo menos é isso que indica Lauro Jardim em sua coluna Radar On-line, da revista Veja deste sábado, informando que Silas Malafaia, um dos maiores líderes evangélicos do Brasil, se negou a encontrar-se com Gilberto Carvalho. Segundo o jornalista, quem tentava mediar o encontro, a pedido de Gilberto, era Benedita da Silva, que não logrou êxito. Lauro Jardim relata a grande rejeição dos evangélicos, o estopim teriam sido as declarações de Gilberto Carvalho citadas acima no Fórum Social Mundial acerca da “batalha ideológica” contra os cristãos.

 Veja também:
Veja denuncia “inflação” em extorsão cobrada pelo Ministério dos transportes, comandado pelo PR, à fornecedores
Especialista em segurança digital quer fazer aplicativo para que o próprio eleitor possa fiscalizar as urnas eletrônicas
Patrimônio de deputada do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) cresceu 1200% em 4 anos
Jornal Financial Times compara PIB e inflação brasileira à goleada sofrida para a Alemanha na Copa

Deixe seu comentário!