Deputado se revolta no plenário ao falar de menor assassino e faz duras críticas aos “direitos dos manos”

1105

Deputado estadual de Goiás se revolta no plenário ao falar da morte de homem por menino de 14 anos, que o assaltou a mão armada e cometeu o assassinato após o roubo. Segundo o deputado, bandidos como este menino, que é tratado como criança pelo ECA agem indiscriminadamente por que são protegidos por lei, pois por serem menores, nenhum ato que cometerem pode ser qualificado como crime. O deputado criticou os direitos humanos que privilegiam e apoiam marginais, pois não visitam pais de família ou policiais que precisam de apoio, mas passam a mão na cabeça de bandidos como este.

Assista o discurso em tom de desabafo do Deputado estadual Túlio Isac:

Redação
Revolta Brasil

Deixe seu comentário!