Desembargador afastado acusado de vendas de ‘Habeas Corpus’ vai receber mais de R$100 mil em auxílio-moradia

521

Direitos iguais para todos?

O desembargador Carlos Feitosa, do Tribunal de Justiça do Ceará, foi afastado de seu cargo desde 2015, sob suspeita de vender habeas corpus, porém mesmo afastado o desembargador irá receber R$ 102,8 mil em auxílio-moradia.

Em nota, a presidência do TJ-CE afirma que a “reativação” dos pagamentos tem base na regulamentação do benefício na Corte, que prevê a suspensão do auxílio apenas em caso de sanção disciplinar. “O que não ocorreu ao referido magistrado”, diz o órgão.

Fonte: O Povo e G1.

 

VEJA TAMBÉM:

 

 

Vários sindicatos entram na justiça para tirar quadros de presidentes da ditadura do Palácio do Planalto. “Distorce a memória nacional”

Quatro idosos contraíram infecção de vacina e enfermeira disse que “não tinha tempo de lavar as mãos”

Adolescente de 14 anos mata vizinha de 13, apenas porquê “deu vontade”

Professora é agredida por aluno de 15 anos após ele ser expulso da sala

Deixe seu comentário!