Eleição mais violenta da história

708

Segundo o (AE) O então presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, se encontrou no tribunal regional eleitoral de São Paulo nesta manhã de domingo de votação para acompanhar as votações paralela, de onde ele deu uma afirmação muito assustadora, e logo após a coletiva de imprensa ele partiu para Brasília de onde ele irá acompanhar os resultados da eleição.

Em sua fala Gilmar Mendes afirmou que esta foi uma das eleições mais violenta da história e de que teria sido ate mais violenta do que em 2012, isso seria o fruto do aumento da falta de segurança pública que o país vive. Em outra coletiva de imprensa na Baixada Fluminense onde ele foi para acompanhar os casos recentes de violência no Rio de Janeiro, Gilmar Mendes  disse que foram feito um pedido  pela força federal em mais de 400 municípios e completou dizendo: “Sabemos que muitos desses casos têm relação com o crime organizado. A última coisa que queremos é o crime organizado envolvido com a política“.

veja também:

Segurança? Sede da Polícia Federal em Goiânia é alvejada por disparos de fuzil

General alertou para insegurança nacional produzida por lei sancionada por Dilma e foi exonerado

Mimo vitalício: Lula tem direito a carros, seguranças e assessores bancados pelo contribuinte

Brasil, o sexto país mais rico do mundo, sucateado pela corrupção e pelo descaso – SEGURANÇA

Jornalista critica falta de segurança e descaso do governo “Temos um país tomado pelo crime, com bandidos de qualquer idade rindo da cara da sociedade”

Deixe seu comentário!