Em 2015, o tal ano do “arroxo fiscal”, Dilma ampliou verbas para emendas parlamentares

1240

Em ano de arroxo fiscal, em que o governo cortou bilhões de reais dos mais importantes serviços, como saúde, educação e segurança, este mesmo governo, levado pela necessidade de apoio político, aumentou de R$ 6,7 BILHÕES em 2014 para R$ 7,2 BILHÕES o volume de verbas destinas a emendas parlamentares em 2015.

Segundo destaca o Estadão, embora  tenha contingenciado em R$ 3 bilhões a verba originalmente reservada no Orçamento para as emendas parlamentares, este valor foi elevado em dezembro pelo Planalto.

Dilma triplica recursos para partidos políticos, mas faz cortes profundos na saúde e na educação

Cunha, presidente da Câmara, aceitou aceitou um dos pedidos de impeachment de Dilma e (curiosamente) em dezembro a torneira do Planalto se abriu e liberou quase todas as emendas previstas após o contingenciamento e elevou a verba destinada aos repasses De acordo com o ministro Ricardo Berzoini, da Secretaria de Governo da Presidência, o valor subiu para cerca de R$ 7,2 bilhões. O montante não considera restos a pagar – valores pendentes de anos anteriores. (Via: Notibras, editado e acrescentado pela redação Revolta Brasil)

Enquanto povo sofre com arroxo fiscal, partidos políticos já embolsaram R$ 473,3 milhões esse ano

Dilma prega corte de gastos mas levou comitiva de 900 assessores para Paris e hospedou em Hotel de luxo, diz historiador

Deixe seu comentário!