Em Goiás, vereadores aproveitam feriado para votar “na surdinha” aumento dos próprios salários

1122

Projeto foi votado na véspera do feriado da Proclamação da República, dia 14.

Os parlamentares municipais da cidade de Goiás, que fica no Estado que leva o mesmo nome, aumentaram seus próprios salários de R$ 5,5 mil para R$ 7,5 mil.

A prefeito municipal não ficou de fora do pacote de bondades da Câmara Municipal. O salário que já é altíssimo, considerando que a cidade é pequena e tem apenas 25 mil habitantes, passou de R$ 14 para R$ 19 mil, segundo o portal regional Metrópole.

O projeto já havia sido vetado pela atual prefeita da cidade, Selma Bastos, mas os vereadores resolveram fazer uma nova sessão em véspera de feriado para tentar fazer o projeto ser aprovado “debaixo dos panos”. De fato conseguiram aprovar, mas debaixo dos panos é que não. A câmara se encheu de manifestantes, mesmo assim os “representantes do povo” não se intimidaram e votaram, por 5 votos a 4, pelo gordo presente aos novos legisladores da cidade. Os reajustes passam a valer a partir de janeiro próximo.

Dois dos atuais vereadores foram reeleitos e serão agraciados com o mimo que a “casa do povo” lhes concedeu.

Veja também:

Deixe seu comentário!