O fim da inadimplência: Macri quer voltar a pagar dívidas deixadas por Kirchner

1543

kirchner não pagava as dívidas do governo argentino, dando o cano em diversos fundos internacionais, fato que se orgulhava, já que considerava que tais entidades eram “abutres”, levando uma imagem para o mundo de um país inadimplente. É dizer, para pegar dinheiro emprestado o governo de Kirchner não considerava os “abutres”, mas para pagar, sim.

Veja também: 

Macri quer acabar com a má imagem deixada pelo antigo governo, e determinou que seu secretariado inicie as negociações com os credores do governo argentino, para começar a pagar suas dívidas. Uma reunião já ocorreu ontem, 13, para tratar sobre o assunto.

“Queremos deixar de ser um país catalogado como inadimplente. Queremos encerrar o assunto e buscar uma solução. Queremos ser um país com boas relações com o mundo inteiro”, disse Macri.

As informações são do portal Opera Mundi

Veja também:

Deixe seu comentário!