Em relatório final, petista que relatou a CPI da Petrobras livra políticos e trata contribuinte como ‘imbecil’

2346

Assim avaliou o texto final da CPI da Petrobras, que foi relatada pelo deputado petista Luiz Sérgio (PT-RJ).

No relatório final, apresentado nesta segunda (19), o petista atribuiu os cerca de 20 bilhões de roubo na maior estatal brasileira, PASMEM, aos empreiteiros, e aos maus servidores, deixando de fora qualquer político.

Para o deputado, não houve corrupção institucionalizada na Petrobras.

“A mais importante conclusão dessa CPI é que a Petrobras foi vítima de um cartel de maus fornecedores”, avaliou Luiz Sergio.

Vários meses de “investigação” na CPI, diversos depoimentos colhidos, e a culpa do maior escândalo de corrupção da história do Brasil foi dos “maus fornecedores”, assim terminou a CPI da Petrobras.

Pensa que parou por aí? Não. Além de tudo isso ele ainda criticou Sergio Moro pelo que chamou de excesso de delações premiadas.  Sugeriu que a lei que trata do tema, sancionada por Dilma, seja alterada para impedir que réus presos se convertam em delatores. PRA SE TER UMA IDEIA, SE ESSA LEI JÁ ESTIVESSE EM VIGOR, CARO LEITOR, TODO O BRILHANTE TRABALHO DE SERGIO MORO E DA POLÍCIA FEDERAL ATÉ O MOMENTO, NA LAVA-JATO, SIMPLESMENTE NÃO EXISTIRIA.

Com informações: Blog do Josias

Deixe seu comentário!