Emprego na indústria cai pelo 8º mês seguido, aponta IBGE

752

Em outras palavras, o desemprego parece não ter freios, em 8 meses, a indústria nem mesmo conseguiu deixar de demitir em um único sequer. Pelo menos é o que diz o relatório do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

O total de trabalhadores na indústria brasileira caiu 0,8% em agosto na comparação com julho, oitavo mês seguido de queda. Em relação ao mesmo mês de 2014, o recuo foi de 6,9%, 47º resultado negativo seguido nesse tipo de comparação, e o maior registrado na série histórica, em janeiro de 2001.

As informações foram divulgadas nesta sexta-feira (16) pelo IBGE

Desde setembro de 2013 o desemprego vem subindo

No acumulado do ano, a queda no emprego chegou a 5,6%. Nos doze meses até agosto, o recuo foi de 5,1%, mantendo trajetória de queda que começou em setembro de 2013.

Infelizmente a crise vem se moldando a muito tempo, mas, a própria Dilma afirmou que o governo demorou para admitir isso, consequentemente, para tomar alguma atitude para tentar frear a queda do emprego.  (Com UOL)

Deixe seu comentário!