Enquanto outros bandidos, como Genoíno, já estão em liberdade, o delator do mensalão, mesmo debilitado não tem o mesmo tratamento

1156

Roberto Jéferson, delator do mensalão, que em 2012 passou por uma cirurgia para retirar um tumor cancerígeno no pâncreas e desde então já perdeu 20 quilos, atualmente tem desequilíbrio metabólico e restrição alimentar em consequência do tratamento enfrentado por Jéferson.

Jéferson foi condenado à 7 anos e 4 dias por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no processo do mensalão.

O ex-deputado argumentou que tem problemas de saúde e que o presídio não oferece condições para ele se tratar e nem a alimentação adequada.

O relator do recurso, ministro Luís Roberto Barroso, votou pela manutenção da prisão com base “em laudo que afirma a desnecessidade de prisão domiciliar”. Os ministros Cármen Lúcia, Celso de Mello, Teori Zavascki e Rosa Weber concordaram.

Luiz Fux, Marco Aurélio Mello e Ricardo Lewandowski votaram a favor da prisão domiciliar. “Há necessidade de recuperação e inclusive de um tratamento, inclusive sob o ângulo da alimentação especial”, disse Marco Aurélio Mello.

Veja também:
Era uma vez, as peripécias do mensalão e o assistencialismo do poder. Assista!
“Veja só que festa de arromba, fez a turma do mensalão” Assista!
Bomba!! Polícia Federal conseguiu abrir inquérito para apurar participação de Lula no mensalão
Ministro Barroso, indicado ao STF por Dilma, considera prêmio assumir relatoria do mensalão petista

Vale lembrar que se não fosse Roberto Jéferson o processo do mensalão não existiria, pois foi ele quem denunciou as práticas ilícitas promovidas durante o governo Lula para comprar apoio no congresso. Se não fosse ele, grandes caciques do PT como Genoíno e Dirceu estariam livres (apesar que hoje já estão “quase livres”, mas pelo menos Barbosa nos deu uma sensação de justiça enquanto esteve à frente do processo) e quem sabe o processo de transformação do Brasil numa nova Cuba ou Venezuela já estaria muito mais adiantado. Enquanto Genoíno e Dirceu eram bajulados pelos petistas como heróis e auto-proclamados como presos políticos, Jéferson recebeu sua pena com sobriedade. Além de ser um dos grandes vilões do PT, que perdeu dois de seus grandes braços fortes e teve seu governo manchado pelo mensalão através das delações de Roberto Jéferson.

Apesar dele estar envolvido, prestou um grande serviço denunciando geral, e o mesmo deveria fazer Costa que está preso na operação lava jato da Petrobras!

Veja também:
Barbosa deixa relatoria do Mensalão devido a ataques pessoais de advogados dos mensaleiros, quem assume é Barroso
Em entrevista para TV portuguesa, Lula diz que mensalão não existiu e com tempo isso será provado
Fundo Partidário. Dinheiro público que beneficia partidos políticos, só em 2013 foram quase R$ 300 milhões
Deputado quer criar bolsa de 1 a 3 salários mínimos para familiares que acolherem menores afastados dos pais

Deixe seu comentário!