Esquecendo que é ato rotineiro do MST, Dilma alerta caminhoneiros que bloquear rodovias é crime

3586

Nesta terça-feira (10), durante visita as obras de ampliação do metrô do Rio de Janeiro para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, Dilma concedeu entrevista coletiva e falou sobre a greve dos caminhoneiros.

Dilma foi clara ao considerar crime as ações dos caminhoneiros, que decidiram não só cruzar os braços, mas demostrar sua força, parando as rodovias. Dilma explicou que bloquear rodovias, impedindo o abastecimento de combustíveis e outros produtos essenciais é crime.

Ministro da Justiça avisa que vai aumentar repressão sobre caminhoneiros

Por outro lado, Dilma parece esquecer que o bloqueio de rodovias é um ato típico do MST, que não raras vezes são citados pelas mídias bloqueando estradas pelo país.

Curiosamente, mesmo sendo normal esse tipo de ação por parte do MST, Dilma decidiu se pronunciar somente agora, em um momento em que a classe de caminhoneiros decidiu fazer isso na intenção de forçar sua saída do governo.

Veja trecho da entrevista:

Veja também: Dois pesos e duas medidas: MST fecha totalmente rodovias, mas governo permanece mudo

Ministro da Justiça avisa que vai aumentar repressão sobre caminhoneiros

Deixe seu comentário!