Formar de sacar os benefícios sociais do Governo Federal

Pagamento do Valor Bolsa Família 2020

Para que o benefício do Bolsa Família possa ser sacado pelo cidadão, será necessário que se tenha em mãos o Cartão Bolsa Família ou o Cartão Cidadão, sendo que ambos necessitam de suas respectivas senhas.

De posse deles, seguindo a data estipulada no calendário de pagamento do Bolsa Família, que determina o dia de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS), o cidadão deverá se dirigir até uma agência da Caixa Econômica Federal ou até uma casa lotérica, portando também um documento de identidade com foto.

O saque com um dos cartões citados poderá ser feito:

  • Em agências da Caixa diretamente nos caixas eletrônicos;
  • Casas lotéricas;
  • Correspondentes Caixa Aqui.

O saque com o Cartão Bolsa Família, ou com o Cartão Cidadão, é muito mais simples e muito mais prático, além de ter a vantagem de permitir que seja feito em casas lotéricas e correspondentes Caixa Aqui.

Sem um dos cartões citados, o procedimento será um pouco diferente, pois excluirá as possibilidades de sacar o Bolsa Família 2020 em casas lotéricas ou em correspondentes Caixa Aqui, permitindo apenas que o saque seja feito em agências da Caixa.

Para efetuar este saque sem cartão, o cidadão deverá se dirigir até o atendimento dentro de uma agência da Caixa, portando um documento de identidade com foto.

Benefícios Bolsa Família 2020

O valor que o grupo familiar recebe por mês é a soma de vários tipos de benefícios previstos no Programa Bolsa Família. Os tipos e as quantidades de benefícios dependem do número de pessoas, idades, presença de gestantes, entre outros e da renda da família beneficiária. Como já mencionado, o valor básico é de R$ 89,00 e é pago apenas a famílias em situação de extrema pobreza.

Veja abaixo os benefícios:

  • Benefício Variável Vinculado ao Adolescente, no valor de R$ 48,00 (até dois por família): pago às famílias com renda mensal de até R$ 178,00 por pessoa e que tenham adolescentes entre 16 e 17 anos. É necessário que os jovens frequentem a escola regularmente.
  • Benefício para Superação da Extrema Pobreza, em valor calculado individualmente para cada família: pago às famílias que continuem com renda mensal por pessoa inferior a R$ 89,00, mesmo após receberem os outros tipos de benefícios do Programa. O valor do benefício é calculado conforme a renda e a quantidade de pessoas da família, para garantir que a família ultrapasse o piso de R$ 89,00 de renda por cada pessoa.
  • Benefício Variável Vinculado à Criança ou ao Adolescente de 0 a 15 anos, no valor de R$ 41,00: pago às famílias com renda mensal de até R$ 178,00 por pessoa e que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 15 anos de idade em sua composição. É exigida frequência escolar das crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos de idade.
  • Benefício Variável Vinculado à Gestante, no valor de R$ 41,00: pago às famílias com renda mensal de até R$ 178,00 por pessoa e que tenham grávidas em sua composição. São repassadas 9 parcelas mensais e o valor só é concedido se a gravidez for identificada pela área de saúde para que a informação seja inserida no Sistema Bolsa Família na Saúde.
  • Benefício Variável Vinculado à Nutriz, no valor de R$ 41,00: pago às famílias com renda de até R$ 178,00 por pessoa e que tenham crianças com idade entre 0 e 6 meses, a fim de reforçar a alimentação do bebê, mesmo nos casos em que o bebê não more com a mãe. São seis parcelas mensais e para que o valor seja concedido, a criança precisa ter seus dados incluídos no Cadastro Único até o sexto mês de vida.


Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*