Lei determina que mulher vai ter que pagar preço igual a dos homens em baladas

453

Os órgãos responsáveis por manter os direitos do consumidor, junto com o ministério público, vetaram a partir da segunda-feira (3), a cobrança diferenciada para homens e mulheres em eventos e festas. O parecer vale para bares, restaurantes e casas noturnas.

Será encaminhado um documento para as respectivas associações dos estabelecimentos. As casas noturnas, bares e restaurante terão um mês para se adequarem à determinação. A partir desse período, o consumidor poderá exigir o mesmo valor cobrado às mulheres, caso ainda haja diferenciação. Os estabelecimentos estão sujeito a multa.

Fonte: Estadão e Siga Mais.

 

VEJA TAMBÉM:

Depois do ego de ter ganhado R$ 1 milhão ter subido a cabeça, campeã do Big Brother 2017 grita “eu sou rica, sua pobre” durante festival

Aluno que sentou no colo do namorado, se recusou a sair e humilhou diretora do colégio, agora vai responder criminalmente por seus atos

Repórter legitima assassinado brutal de policial por bandidos que o assaltaram. Veja o vídeo

Homem estupra idosa de 72 anos durante assalto

Deixe seu comentário!