Máfia do Bolsa Família: 17 mil beneficiários tem pagamento bloqueado por suspeita de irregularidades

3460

Irregularidades no Bolsa-Família não é novidade pra ninguem que acompanhe informações do Revolta Brasil. Quem não lembra do caso de um gato que foi cadastrado e recebeu o benefício por vários meses? (Relembre)

São diversos os casos de irregularidades no programa, basta fazer uma simples busca pela web pra ver o quanto o caso é crônico.

Em ultimo caso, e finalmente, o Ministério do Desenvolvimento Social resolveu bloquear o pagamento de mais de 17 mil beneficiários do Bolsa-Família. A suspeita é que estes estejam recebendo o benefício de forma irregular.

Veja também: Bolsa família – o maior programa oficial de compra de votos do mundo, e seus efeitos colaterais

Só que, pasmem, estes 17 mil são funcionários públicos. Isso mesmo, 17 mil funcionários públicos que tiveram o benefício bloqueado por suspeita de irregularidades. Mas funcionários públicos recebem o Bolsa-Família? Sim, não há restrição quanto ao fato de funcionários públicos receberem o benefício, desde que sua família tenha renda seja inferior a 154 reais por pessoa.

O MDS divulgou nota sobre o assunto e falou que os pagamentos foram bloqueados na folha de junho por “precaução”, depois que os processos de controle identificaram a presença de funcionários públicos entre os beneficiários.

Vale lembrar que atualmente cerca de 13,5 milhões de famílias são beneficiárias do programa, cerca de 50 milhões de pessoas são, direta ou indiretamente beneficiados pelo Bolsa-Família.

Veja também: Bolsa-Família, com gasto anual de 27 bilhões, não entrará no pacote de “arrocho fiscal” do governo

Deixe seu comentário!