Mais uma delação premiada que leva terror aos políticos, desta vez do PSB

2144

O empresário George Olímpio é apontado por investigações como líder de quadrilha de pagamento de propinas à políticos e fraudado licitações do Departamento Nacional de Trânsito no Rio Grande do Norte. A delação premiada foi negociada entre o empresário e o MP do RN.

O advogado de George renunciou à defesa após saber do acordo feito com o Ministério Público

George Olímpio é acusado de obter a sanção de uma lei estadual que trata de inspeção veicular, por meio de pagamento de propinas.

Além de Lauro Maia, estão entre os 27 denunciados o ex-governador Iberê Paiva e o ex-senador João Faustino, já falecidos.

Veja também:
O problema não é o maior caso de corrupção da história. O problema é a imprensa divulgar
Candidato ao congresso, Paulo Martins diz que vai enfrentar a corrupção petista
Dilma faz corpo mole e não regulamenta Lei ‘AntiCorrupção’, que vigora desde janeiro
Construtoras envolvidas em esquemas de corrupção na Petrobras estão entre as maiores doadoras para campanha de Dilma

As investigações apontaram suposto envolvimento da ex-governadora Wilma de Faria (PSB), candidata ao Senado, e do filho Lauro Maia.

Eduardo Campos apontado como parte de esquema de propinas da Petrobras

Recentemente a revista Veja divulgou supostos nomes apontados por Paulo Roberto Costa na delação premiada à qual também combinou com o Ministério Público. Entre os nomes, dezenas de políticos e inclusive o ex-governador de Pernambuco e candidato ao governo federal em 2014, que morreu em acidente aéreo durante sua campanha, Eduardo Campos

Veja também:
Corrupção desvia até 200 bilhões por ano, mas presos por corrupção são apenas 0,1% no Brasil
Aécio responde à denuncias de corrupção e apresenta projetos para seu governo no Jornal Nacional. Assista
Lula, o mesmo que criticava Collor por corrupção, puxando aplausos e homenageando o agora ‘amigo’ do governo petista
Em livro sobre corrupção, juiz diz que eleições no país são compradas: ‘Pagou mais, levou’

Deixe seu comentário!