Jornal britânico sugere que Dilma está em viagem a Paris para fugir de problemas internos

0
2867

A publicação do The Economist, um jornais mais conhecidos e respeitados do mundo, resolveu falar sobre a viagem de Dilma à França, onde participou da Conferência do Clima de Paris (CPO21), analizando que a viagem teria servido como um “feriado” para a presidente, para fugir dos problemas internos.

A publicação destacou ainda a prisão do líder do governo no Senado, Delcídio Amaral, o descontentamento brasileiro com a gestão Dilma e a péssima situação econômica brasileira.

A revista lembrou ainda que o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, pode retaliar Dilma, caso seja condenado no Conselho de Ética da casa, que pode ‘derrubar’ o parlamentar, caso seja considerado culpado. Dilma poderia sofrer as consequencias de uma possível condenação de Cunha no Conselho de Ética, que pode abrir contra ela o processo de Impeachment.

A revista destaca os problemas internos do governo, como má avaliação entre os brasileiros, a situação da economia do país e até o caso do senador Delcídio do Amaral, ex-líder do governo preso por atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato.

A revista avalia ainda que poucos líderes mundiais foram ao evento para tirar um “recesso”, mas que, dadas as situações do Brasil, Dilma pode ter sido uma exceção. (Via: Diário do Poder)

Deixe seu comentário!