O problema não é o maior caso de corrupção da história. O problema é a imprensa divulgar

1661

Em entrevista no Palácio do Planalto sobre o caso Petrolão, Dilma falou que a imprensa não tem o papel de investigar, mas tão somente de divulgar informações, demonstrando sua insatisfação com os dados que foram divulgados pela Veja, sobre a delação de Costa, em que informações dão conta de que o esquema bilionário de propinas foi diretamente ligado ao governo, mais precisamente em função de beneficiar Lula e Dilma, de forma a comprar apoio de aliados políticos em favor do governo petista.

A presidente Dilma Rousseff disse que vai pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) acesso ao depoimento do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa dentro do processo em que ele é beneficiado pela delação premiada. Enfática, Dilma disse que “não é possível” a imprensa ter informações e que, como presidente da República, não pode tomar providências com base no “disse me disse”. A petista disse que vai fazer o pedido ao ministro Teori Zavascki, que é o relator do caso no STF. Para a candidata, o papel da imprensa “não é de investigar e sim de divulgar informações”.

Dilma ficou irritada pela negativa do Procurador Geral da República em conceder acesso da Presidenta aos dados da delação e agora, conforme disse, vai requerer o direito ao acesso da delação direito ao STF. (Com informações G1)

Veja também:
Assista a entrevista completa de Joaquim Barbosa à Globo News
Jô Soares desabafa contra a Globo sobre os absurdos feitos pela emissora e por Boni contra ex-funcionários
Momento épico e apagado pela mídia – Direito de Resposta Brizola x Globo em 1994, Carta lida por Cid Moreira no próprio Jornal Nacional da Globo

 

Deixe seu comentário!