PF prende ‘embaixador do tráfico’, que vivia como agropecuarista e tinha influência de Fernandinho Beira-Mar

337

O ‘embaixador do tráfico’ que é conhecido como “Cabeça Branca”, mas por nome de Luiz Carlos da Rocha, foi preso pela PF.

De acordo com os investigadores, Luiz tinha diplomacia para lidar com grandes facções criminosas nacionais e internacionais sem que precisasse usar a violência, por isso ficou muito tempo sem ser descoberto pela PF. As investigações mostra que o traficante usava o Porto de Santos (SP) para exportar drogas para a Europa e os EUA e tinha mais influência que outros traficantes, como Fernandinho Beira-Mar e Juan Carlos Abadia.

O criminoso já havia sido condenado a cerca de 50 anos de prisão, mas mesmo assim vivia tranquilamente, com sua familia na cidade de Sorriso (MT), e por lá atuava como pecuarista. Ele já havia se submetido a varias cirurgias plásticas para poder mudar a fisionomia, e adotava a identidade falsa de Vitor Luiz de Moraes.

Segundo as investigações, Rocha mantinha um imóvel de alto padrão em um bairro nobre de Osasco (SP) para fazer encontros com outros traficantes. No local, a polícia apreendeu, neste sábado, aproximadamente US$ 2 milhões.

Fonte: G1 e Delegados.com.

 

VEJA TAMBÉM:

Assaltante discorda do comparsa que atirou na vítima, parte pra briga e o baleia

Vereador quer alterar a cor do luto pra cinza porque cor preta é ‘racista’

Empresário com HIV infectava parceiras sexuais de propósito

Moro zuero atacou novamente – Na sentença de Lula 9/5 anos

 

Deixe seu comentário!