10 milhões de reais, foi o dinheiro que Temer pediu á Odebrecht, diz executivo.

0
1492

Informações divulgadas pelo BuzzFeed e a Revista Veja, relatam que o ex-vice presidente de Relações Internacionais da Odebrecht, Cláudio Melo Filho denunciou a entrega de dinheiro em espécie no escritório do advogado e, hoje, assessor especial de Michel Temer no Palácio do Planalto, José Yunes.

Segundo o delator, além de Yunes, o ministro chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha também recebeu. Segundo a revista, deputados, senadores, ex-assessores da ex-presidenta Dilma Rouseff também receberam propina, cuja foi recebida por integrantes de quase todos os partidos.

Os delatores estão sendo interrogados em Brasília, São Paulo, Salvador, Curitiba, Rio de Janeiro e outras cidades.

Deixe seu comentário!