Prefeito de São Paulo cria a ‘lei soninha’ para secretário que chegar atrasado em reunião

0
1022

O novo prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), criou uma multa para os secretários municipais que chegarem atrasado nas reuniões.

Soninha Francine, secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, chegou 40 min atrasada em um evento de limpeza urbana. Neste mesmo dia, Dória e outros secretários se vestiram de gari e Soninha afirmou ter perdido a hora.

Funcionará assim então a lei “Soninha Francine”: o secretário que se atrasar por até 15 min, terá de pagar multa no valor de 200R$. Quem ultrapassar os 15 min, o valor será de 400R$.

O valor arrecadado vai para um fundo gerenciado por Patrícia Bezerra, secretária de Cidadania e Direitos Humanos. Depois, será distribuído à instituições de caridade.

“É uma coisa bem humorada, mas uma coisa de respeito por nossas reuniões. Hoje, tivemos a nossa segunda reunião com os secretários. Olha, ninguém se atrasou. Ninguém quis correr o risco de pagar essa contribuição” disse Dória.

Em dois dias de gestão, o tucano já tenta mostrar trabalho.

VEJA TAMBÉM:

Governador do Amazonas diz que “não tinha nenhum santo” entrem os detentos mortos no massacre no presídio em Manaus.

Chacina De Campinas: O número preocupante de feminicídio causados por homens “inconformados com o fim do relacionamento” aumentam a cada dia.

“Massacre” provocado pela briga entre duas facções criminosas no maior complexo penitenciário de Manaus deixa 60 presos mortos.

Edward Snowden vaza documento que pode provar que as Eleições dos EUA foi hackeada

 

 

Deixe seu comentário!