Mansão construída por ex-Senador em área considerada pública, é invadida em Brasília

0
1536

O ex-senador Valmir Amaral, construiu uma bela mansão, em Brasília, que contém três campos de futebol, estacionamento, heliponto e churrasqueira na beira do lago. Até então ótimo, mas só tem um fato que chama bastante atenção, é de que a área é considerada pública.

O Tribunal de Justiça, ano passado, propôs leiloar a casa para pagamento de dívidas trabalhistas das empresas de Valmir Amaral. O lance inicial estava em R$ 15 milhões. Mas como metade da casa está em nome do pai do ex-Senador, que já faleceu, os advogados conseguiram, pelo menos por enquanto, suspender o leilão.

O muro que cercava a propriedade foi derrubado pela Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis), para o cumprimento do mandato judicial e liberação da área. O ex-senador e a mãe dele saíram da propriedade poucos dias depois da derrubada da cerca, no ano passado, sem levar praticamente nada.

Por estar abandonada a mansão foi invadida, no qual moradores de rua se apossaram da antiga churrasqueira da mansão, que virou o seu novo abrigo. O mato cresce sem parar. O deck, que servia as lanchas do empresário e ex-senador, virou ponto de pescaria, e também virou alvo de “ladrões”.

O funcionário que toma conta da propriedade disse que é comum pessoas desconhecidas utilizarem a piscina.

O advogado da família Amaral tenta reverter a decisão do Tribunal de Justiça de leiloar ainda este semestre o imóvel, com a alegação que a casa não esta abandonada, que por motivos de segurança, após a derrubada do muro, a família teve que se ausentar da residência.

O vídeo a seguir mostra as condições da mansão do ex-senador:

VEJA TAMBÉM:

Ex-prefeito tranca prefeitura e alega ser dono do imóvel

Bolsonaro se pronuncia diante de massacre ocorrido em Manaus

4.4% do PIB pode cair devido aos feriados neste ano, aponta estudo do FIRJAN

[Vídeo] Senador petista Humberto Costa é atacado e rola no chão com popular

Em meio a decreto de “calamidade financeira” Governo de MG compra dois helicópteros, ao custo de R$ 21,8 milhões

 

Deixe seu comentário!