Secretário de Temer que disse ‘tinha que fazer uma chacina por semana’ é exonerado do cargo

0
716

No “Diário Oficial da União” nesta terça-feira (10), foi publicada a do agora ex-secretário da Juventude, Bruno Júlio (PMDB-MG), que havia sido nomeado para o cargo em junho.

Ele já tinha se demitido semana passada após ter tomado uma grande repercussão o seu depoimento sobre a crise no sistema penitenciário, no qual afirmou que “tinha era que matar mais presos” e que “tinha que haver uma chacina por semana”.

Em entrevista ele ainda afirmou que “Eu sou meio coxinha sobre isso. Sou filho de polícia, né? Tinha era que matar mais. Tinha que fazer uma chacina por semana. (…) Os santinhos que estavam lá dentro, que estupraram e mataram: coitadinhos, oh meu deus, não fizeram nada. Para, gente! Esse politicamente correto que está virando o Brasil está ficando muito chato. Obviamente que tem de investigar, tem que ver”

Bruno disse que as declarações foram feitas quando a entrevista já havia sido encerrada.

VEJA TAMBÉM:

Cortar luz por falta de pagamento passa a ser proibido em todo território brasileiro

Alckmin se nega a receber notificação que veta aumento de tarifa de passagens em SP

Liberação dos corpos do “massacre” em Manaus

Governador do Amazonas diz que “não tinha nenhum santo” entrem os detentos mortos no massacre no presídio em Manaus.

“Massacre” provocado pela briga entre duas facções criminosas no maior complexo penitenciário de Manaus deixa 60 presos mortos.

Deixe seu comentário!