Presidente da câmara diz que Justiça do Trabalho não deveria nem existir

0
934

Um grande assunto que vem tomando ruas é a reforma da previdência. Dentre prós e contras, a vez agora é do o presidente da Câmara, Rodrigo Maia demonstrar sua opinião.

Maia defende com “unhas e dentes” a mudança da legislação trabalhista, e criticou o excesso de regras para a relação entre patrão e empregado, sugerindo que a Justiça do Trabalho “não deveria nem existir”.

Considerando a proposta da reforma como “tímida”, Maia disse que poderá contrariar o presidente Michel Temer, se achar necessário. “Apesar de o governo tentar nos convencer que devemos votar o texto que veio, eu acho que não. Acho que há temas em que precisamos avançar, como o trabalho intermitente e outras questões”, disse Maia em evento na capital federal.

Sobre a regra de transição do atual sistema para o novo proposto, e sobre a repercussão na rua o deputado disse que “qualquer ponto de corte é polêmico” porque sempre quem estiver próximo, mas fora da transição reclamará”.

 

 

VEJA TAMBÉM:

Mais um “7 x 1″ da Alemanha: Jovem de 17 anos deixa de jogar a Champions League pra fazer prova escolar

Lula diz que ‘estará na frente em todas pesquisas ‘

Bolsonaro vai ao Programa do Ratinho, fala sobre propostas de governo e faz esclarecimentos envolvendo suas polêmicas

Maternidade se recusa a fazer aborto legal em menina de 11 anos vítima de estupro

“Fui condenado e preso por chamar um corrupto de corrupto” diz ex-deputado

 

 

Deixe seu comentário!