Senado analisa projeto para proibir feriados entre terça e sexta-feira. Entenda:

0
229

Como já era de se esperar, 2017 está sendo um ano repleto de feriados prolongados.

A fim de evitar com que o comércio fique prejudicado, transmita no senado um Projeto de Lei que proíbe o gozo dos feriados entre a terça e sexta-feira, transferindo-as para as segundas-feiras, sendo que os feriados que caírem aos finais de semana não entrará na medida.

• 4.4% do PIB pode cair devido aos feriados neste ano, aponta estudo do FIRJAN

O criador do projeto, o senador Dário Berger alega que feriado nas sextas-feiras prejudica o comércio aos sábados, que é o dia de maior movimento. Mas com uma ressalva para alguns feriados com datas simbólicas como: como 1º de janeiro, 1º de maio, 7 de setembro e 12 de outubro, além do Natal, Carnaval, Corpus Christi e Sexta-feira Santa.

O objetivo central dessa singela proposição é minimizar os danos ao funcionamento das empresas, ao emprego dos trabalhadores e à arrecadação dos Governos de todos os níveis da federação, causados pelo excessivo número de feriados, circunstância que leva à drástica redução dos dias úteis destinados à produção e à comercialização de bens e serviços”, diz o texto.

Se aprovado, o projeto vira lei e entra em vigor 90 dias após sua aprovação.

Fonte: Notícias ao Minuto e Cenário MT.

 

VEJA TAMBÉM:

Lula e Mantega pediram ajuda a revista ‘Carta Capital’, segundo delatores

População apedreja Maduro durante desfile aberto na Venezuela

Estudantes de Medicina do ES baixam as calças, fazem gesto obsceno pra foto e causam revolta nas redes sociais

Moro acaba de trolar Lula, e você vai adorar!

Geraldo Alckmin e Marconi Perillo querem reforma da previdência para servidor público

 

 

Deixe seu comentário!