‘Cuspindo no prato que comeu'; Dono do Itaú, que teve dívida bilionária perdoada por Temer, agora critica o governo

0
433
Roberto Setubal em palestra no Brasil Forum UK 2017

Ao comentar sobre a reforma trabalhista, o ex-presidente do banco Itaú Unibanco Roberto Setubal diz que a CLT é “muito detalhista, burocrática e intervencionista ao extremo”.

Sobre a reforma proposta pelo presidente Temer, Roberto diz que é uma condição positiva para a volta do crescimento da economia no país, e que as mudanças nas leis trabalhistas envolve “flexibilização” e não “retirada dos direitos” dos trabalhadores.

“Se não criarmos uma legislação trabalhista equilibrada, que dê condições para as empresas aumentarem a produção e gerarem riqueza, enfrentaremos um problema sério. Nunca teremos como resolver nossos problemas sociais”, afirmou Setubal, em Oxford, no Reino Unido, durante o segundo dia do Brasil Forum UK 2017, evento organizado por estudantes e acadêmicos brasileiros.

Setubal também defendeu a reforma da Previdência.

“A reforma da previdência dará uma perspectiva fiscal permitindo um cenário mais previsível, essencial para que a gente retome o crescimento econômico sustentável. O crescimento econômico é essencial para a solução dos nossos problemas sociais”, finaliza.

Lembrando que o Banco Itaú teve uma dívida bilionária perdoada pelo Governo Temer.

Dívida bilionária sonegada pelo Banco Itaú é perdoada pelo Governo Temer

Fonte: G1 e BBC.

 

VEJA TAMBÉM:

URGENTE! A CASA CAIU! Aécio e Temer caem em delação da JBS

Lula e Bolsonaro: 2 perguntas que você precisa fazer no Google. Saiba Mais:

Sergio Moro pede desculpas a Bolsonaro

Depois de constar perda do patrimônio, Governador do Rio vai receber R$ 30 mil de restituição do imposto de renda

Deixe seu comentário!