Computadores do Palácio do Planalto teriam sido usados para alterar textos da Wikipédia em favor de petistas

0
949

Matéria de hoje da Folha de S. Paulo.

Onze computadores do governo federal foram usados para alterar páginas da Wikipédia, enciclopédia on-line cujos textos podem ser editados livremente, como as do ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha (PT), do Movimento Passe Livre e do ex-governador José Serra (PSDB-SP).

Levantamento da Folha com os endereços de IP registrados em nome do Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados) e da Presidência da República mostra que artigos sofreram mudanças tanto para a inclusão de elogios e a retirada de críticas como para o inverso.

Veja também:
Em derrocada que parece não ter fim, projeção de crescimento do PIB brasileiro já é de 0,9%, segundo BC
Padre Rodrigo Maria Detona o PT, CNBB e os Católicos que votam em comunistas/socialistas
Professora denuncia grade curricular projetada para pregar doutrinas de esquerda nas escolas
“O governo do Brasil fez papel de bobo no Caribe” diz colunista do UOL sobre leilão de porto cubano financiado pelo Brasil

As edições, feitas entre 2008 e 2014, acabaram desfeitas por outros usuários, por infringirem regras de uso.

IPs são como uma “impressão digital” na internet, o que permite identificar ao menos a organização responsável pelo acesso. A Wikipédia registra todos os endereços do tipo que fazem alterações.

O caso mais relevante de edição ocorreu em dezembro de 2013, quando uma conexão de internet da Presidência foi usada para retirar trecho sobre suspeitas de corrupção na Funasa (Fundação Nacional da Saúde) quando Alexandre Padilha era diretor do órgão, e incluir elogio ao programa Mais Médicos.

Maquiagem é sempre bem-vinda quando as benesses do governo não conseguem se sobressair diante de tantos escândalos e péssimos números econômicos, que se apresentam a cada dia em derrocada maior. E assim segue o Brasil do PT e o Brasil real, como água e óleo, que não conseguem se misturar.

Veja também:
General divulga artigo criticando o PT, MST e dizendo que se quiserem guerra, terão!
Aécio tem site invadido depois de defender prisão de suspeitos de vandalismo e criticar PT por “nota de solidariedade” aos presos
Governo federal não economiza em eventos e gasta quase R$60 mil em joias para presentear convidados
Especialista em segurança digital quer fazer aplicativo para que o próprio eleitor possa fiscalizar as urnas eletrônicas

Deixe seu comentário!