Depois de prometer guerra se Aécio ganhasse, líder do MST promete protestos diários se Marina for eleita

0
1421

Na segunda-feira (15) João Pedro Stedile, tido como o maior líder do MST no país. criticou duramente a candidata do PSB, Marina Silva.

As críticas aconteceram durante manifestação em frente à sede da Petrobras no Rio de Janeiro, em que centros sindicais e movimentos sociais estiveram para defender a atual política da exploração do pré-sal com a Petrobras como operadora.

Candidata à presidência do PSOL defende invasão de imóveis e elogia MTST

Stedile disse que Marina, se eleita entregará a maior estatal brasileira nas mãos da iniciativa privada e não investirá no pré-sal.

“Vamos estar todos os dias aqui em protesto [se Marina Ganhar], afirmou o líder do MST.

A manifestação foi organizada por centrais sindicais com forte ligação com o PT, como CUT e FUT.

Stedile já havia prometido guerra se Aécio ganhar

Em entrevista ao blog de Rodrigo Viana, da Revista Fórum, o líder nacional do MST, ainda quando Aécio era o principal concorrente de Dilma ao Planalto, prometeu ‘guerra’ em caso de vitória do tucano. Veja matéria sobre o assunto Líder Nacional do MST promete “guerra” se Aécio ganhar (Com informações Folha de S. Paulo e EBC)

Veja também:
General divulga artigo criticando o PT, MST e dizendo que se quiserem guerra, terão!
Após morte de integrantes do MST durante invasões deputado petista critica sociedade e judiciário
Ex-integrante do MST faz denuncias gravíssimas contra o movimento. Assista
Deputado Paulo Ramos quer homenagear MST como o principal movimento social do Brasil e é criticado por Bolsonaro

Deixe seu comentário!