‘Nada como um dia após o outro’ – Executiva do Santander demitida e humilhada por Lula tinha razão

0
109892

Sim. O tempo passou, Dilma foi reeleita, o desemprego subiu, a inadimplência subiu, Lula passou a criticar Dilma e a mesma funcionária que foi demitida por falar a verdade sobre previsão da economia caso Dilma vencesse as eleições hoje pode ser vista, no mínimo, como uma ótima analista e visionária. (relembre o caso)

O informe enviado à clientes do Santander por volta de julho de 2014 assinado por Sinara Polycarpo Figueiredo, até então superintendente de investimentos do banco, alertava sobre a piora da situação econômica do país em caso de reeleição da presidente Dilma Rousseff.

A repercussão do informe despertou a revolta no PT, causando a demissão de todos os envolvidos e um pedido de desculpas formal do Santander, classificando o caso como lamentável. Mesmo assim Dilma afirmou que teria “uma atitude bastante clara em relação ao banco”.

Lula, parecendo ainda mais irritado com o informe do que Dilma, baixou a linha e afirmou durante discurso na 14ª Plenária da Central Única dos Trabalhadores (CUT), ainda em julho de 2014, que a executiva não entende “p** nenhuma de Brasil”.

“Essa moça não entende po#$* nenhuma de Brasil e de governo Dilma. Manter uma mulher dessa num cargo de chefia, sinceramente… Pode mandar ela embora e dar o bônus dela para mim”

Pois é, ela foi demitida, o Banco pediu desculpas, Dilma venceu as eleições, mas o “galho mais fraco da arvore”, mostrou que o tempo é o senhor da razão, e o peso político de Lula e da reeleita Dilma com o banco, não foram capazes de mudar o rumo do país, [EXATAMENTE O PREVISTO PELA ANALISTA, QUE SEGUNDO LULA, NÃO ENTENDE NADA DE BRASIL].

Conheça a executiva do Santander que foi demitida e insultada por Lula por alertar clientes sobre piora na economia com reeleição de Dilma

Deixe seu comentário!