Laudo médico não aponta sangue nem violência em caso de estupro coletivo

0
2615

O caso que virou assunto nacional na ultima semana, suposto estupro coletivo praticado por 33 homens contra uma garota menor de idade, tem primeiro de fronte que apresenta desconexão ao senso comum que vem sendo veiculado, sobretudo nas redes sociais.

Já no Domingo, 29, o Chefe de Polícia Civil do Rio de Janeiro, havia informado que PERÍCIA DE VÍDEO PODE CONTRARIAR O SENSO COMUM que vem sendo formado sobre o caso.

Veja também:

O laudo da perícia sobre o caso do estupro coletivo a uma menina de 16 anos, ocorrido na zona oeste do Rio de Janeiro, não apontou indícios de violência, ode acordo com o programa Bom Dia Rio, da TV Globo. Segundo o documento, o resultado ocorreu por causa da demora da vítima em fazer o registro na polícia e o exame de corpo de delito. O laudo será divulgado na tarde desta segunda-feira, 30, pela Polícia Civil.

Além do exame de corpo de delito, a polícia também fez uma perícia no vídeo que foi divulgado nas redes sociais, no qual a jovem aparece desacordada. (Informações: Diário do Poder)

Veja também:

Deixe seu comentário!