PSDB fez auditoria sobre eleições de 2014 e constatou que sistema das urnas “não permite a plena auditagem”

2062

A auditoria, que levou quase um ano para ter um relatório final, chegou a conclusão de que, de acordo com os dados que puderam ser auditados, não foi possível constatar fraude nas urnas, no entanto, no relatório, os auditores também salientaram que o sistema de voto eletrônico usado nas urnas brasileiras “não permite plena auditagem”.

O partido decidiu auditar as eleições do ultimo ano 4 dias após o fim do segundo turno, que deu vitória apertada à Dilma.

O líder do PSDB na Câmara, deputado Carlos Sampaio (SP) não comentou a auditoria, mas elogiou Dias Tóffoli:“O presidente do TSE agiu com correção durante todo o processo e o PSDB reconhece que só foi possível fazer o trabalho de auditoria pela contribuição do presidente daquela Corte.” (Via: Diário do Poder)

Veja também: Juiz eleitoral afirma que fraudar urnas eletrônicas é “mais fácil que infectar computador com vírus”

Deixe seu comentário!