Revoltado com delação, Cunha diz que Sergio Moro ” se acha dono do país”

3027

O fato aconteceu no ultimo dia 17 de julho, no qual, o deputado federal e presidente da Câmara dos Deputados criticou duramente o Juiz do caso Lava-Jato por acolher a delação de Julio Camargo, que afirmou ter pago 5 milhões de dólares de propina à Cunha.

Cunha alegou que Moro não poderia ter acatado a delação contra sua pessoa pelo fato de ele, como deputado federal, ter foro privilegiado, e portanto não pode ser julgado ou investigado, senão pelo STF.

“Juiz de primeiro grau não poderia ter conduzido depoimento daquela maneira. Ele violou o procedimento de foro privilegiado, ao qual eu tenho acesso”

Cunha entrou com pedido para que a a delação de Julio seja cancelada e seu processo seja retirado de Moro e encaminhado para o Supremo.

Cunha disse ainda que Moro tem agido como se “fosse dono do país”, mas  disse que, diferente do Procurador Geral da República, Moro não sofre influência do governo petista.

Confira o vídeo 

Deixe seu comentário!