Segundo FMI, Brasil deve ter pior crescimento em 20 anos

1889

O Fundo Monetário Internacional prevê uma recessão agora e retomada do crescimento, com mísero 1%do PIB, apenas em 2016

O Brasil pode ter em 2015 a pior desaceleração da economia em mais de duas décadas, afirma o Fundo Monetário Internacional (FMI), que volta a recomendar que mesmo com a atividade enfraquecida, a presidente Dilma Rousseff siga em frente com o ajuste fiscal e monetário, de acordo com um relatório divulgado nesta quarta-feira, 29, chamado “Perspectiva Econômica Regional: Hemisfério Ocidental”.

Enquanto a economia do país vai de mal a pior, governo deve repassar quase 300 milhões para partidos políticos
Reflexo da economia, BC anuncia fim do ciclo de diminuição de inadimplência
Copa tão enaltecida pelos petistas agora é usada por Dilma como justificativa para queda na economia

“O Brasil está passando por sua desaceleração mais grave em mais de duas décadas, mas terá de perseverar com os recentes esforços para conter o aumento da dívida pública e repor a confiança no quadro da política macroeconômica”, afirma o FMI no documento. Na reunião de primavera do Fundo, que terminou no último dia 19 em Washington, a diretora-gerente da instituição, Christine Lagarde, elogiou o ajuste na economia e ainda recomendou reformas estruturais no Brasil.

do FMI é que o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil vai encolher 1% em 2015, um dos piores desempenhos entre as principais economias mundiais. Para 2016, a expectativa é de uma recuperação moderada, com o PIB crescendo 1%.

E assim vamos caminhando, rumo a um futuro incerto.

Deixe seu comentário!