Garoto de 16 anos é queimado vivo por estuprar criança de 7

0
4790
Imagem meramente ilustrativa
Imagem meramente ilustrativa

Caso aconteceu na ultima segunda feira (27) na Bolívia, Toro Toro, no departamento andino de Potosí, em que uma multidão enfurecida invadiu a delegacia de polícia onde o acusado, um garoto de 16 anos era interrogado pelo estupro de uma menina de apenas 7 anos, os revoltados tiraram o agressor a força do prédio e o queimaram vivo ali mesmo.

Veja também:

Segundo a fonte, os médicos não conseguiram salvar o adolescente acusado de estupro e que foi punido, segundo as pessoas envolvidas, pela “justiça comunitária”.

Um relatório do ministério da Justiça estabeleceu que, em 2013 foram registrados 79 casos de linchamento ou morte de delinquentes por pessoas que fazem justiça pelas próprias mãos.

Informações: Revista Istoé

Veja outras notícias sobre ESTUPRO

Deixe seu comentário!