Após Bruno ser solto, advogados de Macarrão também recorrem ao STF

0
646

O Goleiro Bruno teve a liberdade decretada na noite da sexta-feira (24). Bruno foi condenado a 22 anos e três meses de prisão, e Macarrão a 15 anos em regime fechado, após terem matado em 2010 a ex-namorada de Bruno, Eliza Samudio. A defesa do goleiro argumentou que manter Bruno preso sem julgamento da segunda instância era uma antecipação da pena. Fato que foi concordado pelo ministro do STF.

Defesa consegue liminar do STF e goleiro Bruno sairá da prisão

Com isto, o Advogado de Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, entrou na Justiça com um pedido de extensão da liberdade concedida ao goleiro Bruno para seu cliente. Segundo Wasley César de Vaconcelos, o pedido deve ser apreciado dentro de dez dias no Supremo Tribunal Federal (STF).

As informações são do Jornal O Dia.

 

 

VEJA TAMBÉM:

O dia em que a população de uma cidade se revoltou e queimou casas do Prefeito e a câmara municipal

Chanceler alienada da Venezuela diz que Brasil virou vergonha mundial após saída de Dilma

Ministro do STF suspende exucução da pena de Juiz condenado 8 anos por extorsão

‘Mulher tem que ganhar menos porque é menos inteligente’, diz deputado polonês.

Na tentativa de evitar estupro, moradora de rua de 17 anos mente dizendo que tem AIDS

 

Deixe seu comentário!