URGENTE! A CASA CAIU! Aécio e Temer caem em delação da JBS

0
1085

Mais uma “bomba” foi estourada no congresso. O Jornal O Globo divulgou uma gravação que mostra o senador Aécio Neves pedindo a Joesley Batista, dono do frigorífico JBS, cerca de R$ 2 milhões para pagar sua defesa na Lava Jato.

A gravação que faz parte do material da delação premiada de Joesley e de seu irmão, Wesley Batista, durou cerca de 30 minutos. Aécio indicou um primo dele para receber o dinheiro, e a entrega foi filmada pela Polícia Federal. A PF também rastreou o caminho do dinheiro, que depois foi depositado em uma empresa do também senador tucano Zeze Perrella.

O Presidente Michel Temer também esta envolvido nas gravações. Diante de Joesley, Temer indicou o deputado Rodrigo Rocha Loures para resolver um assunto da J&F (holding que controla a JBS). Posteriormente, Rocha Loures foi filmado recebendo uma mala com R$ 500 mil enviados por Joesley. Temer também ouviu do empresário que estava dando a Eduardo Cunha e ao operador Lúcio Funaro uma mesada na prisão para ficarem calados.

 

Conforme informações de Joesley, Guido Mantega era o seu contato com o PT, e que o dinheiro da propina era distribuídos para os petistas e seus aliados.

Eduardo Cunha, envolvido na compra de silêncio pelo presidente da república, recebeu R$ 5 milhões de Joesley após sua prisão, e que tinha uma divida de R$ 20 milhões pela tramitação de lei sobre a desoneração tributária do setor de frango.

Fonte: O Globo.

Deixe seu comentário!